quarta-feira, 15 de setembro de 2010

A música e a sua “musa”

“... Você é linda mais que demais, você é linda sim...”
... Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça, é ela menina que vem e que passa...” 
Que mulher não se sentiria no mínimo lisonjeada se soubesse que uma dessas letras foi feita tendo-a como inspiração? Ou qual delas não se exibiria para uma amiga contando que o homem amado escreveu uma música, falando sobre suas qualidades físicas e intelectuais de maneira poética?
Mas, ultimamente, as músicas que se referem a mulher nos fazem pensar em quem foi que mudou: as mulheres, ou os compositores? Por que,  sincera e honestamente, caros leitores, qual o pensamento de vocês em relação á tais letras: ““... “Rala tcheca no chão”, “Uma mulher feia cheira mal como urubu, mulher feia cheira mal como urubu,”Toma negona,toma chupeta. Toma negona,na boca e na bochecha” (Siri que gosta desta)...
Sem falar da famosa música do “O troco” Tá tudo enfiado, segue um trechinho da letra:
“A piriguete anda com o fio só todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado, todo enfiado”
Ficamos com vergonha (só Laise mesmo - eu adoroo) ao postar essas pérolas.
Galera, não tenho nada contra quem gosta do estilo e dessas músicas, mas me sinto ofendida por todas as mulheres ao sem querer escutar tais ofensas... E penso: o que será que as homenageadas acham disso? O que faz uma mulher gostar de ser chamada de urubu, cachorra, gostar que a mandem ralar a “tcheca”no chão? (aliás o que é tcheca? Por favor NÃO respondam...). Gente, o que faz uma professora gostar de ser chamada de piriguete, que anda com tudo enfiado? É o cúmulo do absurdo...
Enfim, gostaríamos muito de acreditar que apenas o dinheiro leva a tais atitudes, prefiro pensar que a sociedade evolui com o tempo e ainda tem valores que priorizam o respeito á mulher.
P.S.: Se todos os exemplos citados de desvalorização da mulher foi pagode, foi mera coincidência!


P.S.2: Todo mundo gosta dos pagodeiros...
 

6 comentários:

  1. Hum...
    Letra de pagode realmente não sao dignas de admiração
    o ritmo talvez, é contagiante, e as letras sao tao faceis que ficam na cabeça
    axo q eles tem inspiração nas musicas de xuxa so para baixinhos
    kkkkkkkkkkkkkkkk
    mas lembrem-se que o funk não fica atras
    ofende tanto quanto ou mais do que o pagode baiano
    chamado lá fora de axé
    que ironia
    banda eva, ivete sangalo está na mesma categoria que o troco, o back, black style e etc
    mas fazer o que
    apesar de todas as criticas ao nosso axe
    carnaval ta todo mundo junto e misturado
    pq ninguem merece aquela marchinha do frevo que repete todo ano
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Mazinho

    ResponderExcluir
  2. Muito bom texto,garotas.O triste é constatar,que ainda ainda nao chegamos no fundo poço.
    A raiz desse mal é o dinheiro.Quem estar por tras desse sistema inteiro somente estar interessado em engordar suas contas bancarias(a saber,gravadoras,empresarios,etc)ate ai tudo bem,nao ha mal(ou seria mau?) algum,se nao fosse o fato de que para alcançar tal objetivo,eles colocam todos os escrupulos de lado,e com os coitados dos escrupulos tambem vao o bom senso,a dignidade,o senso critico,o senso de RIDICULO e por ai vai.
    Quando,alguem se levanta para falar contra todo esse sistema,é logo injustamente acusado de falar contra o estado da Bahia ou a cidade do Salvador,sendo que,a historia e o povo dessa terra sao maiores do que esse chorume musical.
    Newton,aquele velho conhecio nosso,Isaac Newton ha havia nos alertado sobre isso como a sua segunda lei da termodinamica.Maldita entropia!
    Enfin,isso é triste nao so para as mulhures,como tambem é para os homens e qualquer pessoa que resiste de abrir mao do seu direito inalienavel de pensar! Isso mesmo,pensar.Nao se deixando ser tratado com gado,maria vai com as outras nesse "fest's" da vida(alem de arruinar com o pt ainda se aventuram no "ingres" pobre Tio Sam)
    Fazer o que ne,porque eu tive que escolher logo a pilula vermelha?
    Cleovan de Gois

    ResponderExcluir
  3. Isto leva a gent para pensar... Muitas mulheres vivem dizendo que odeiam machismo, mas na hora que vão para alguma festa, dançam músicas como esta, que já deixaram de ser amchismo disfarçado, e sim escancaado! Ironico não?

    Particularmente eu adoro o ritmo do pagode, é bom de dançar. Mas quem gosta deveria no mínimo exigir letras melhores... E o mais curioso, tem gente que ESCUTA ISSO NO MP3!!!

    E sobre poesia, faz muito tempo que as mulheres deixaram de gostar disso... Talvez até pela influencia do proprio machismo, pois acham que poesia não é "coisa de macho" e muitas mulheres, influenciáveis que são vão na onda.

    Caras como eu acabam virando poetas frustrados, poesia nunca me ajudou em anda, quem dera me ajudasse :P

    ResponderExcluir
  4. KKkkkkkk... Conhecendo Laise pensei quanto tempo demoraria pra nascer um post desses por aqui.
    As perolas tornam-se cada vez mais normais, como por no buraco, pegar o sabonete e etc.
    Mais nao acham que essas musicas so existem por que há um publico alvo composto por mulheres que acham isso bom?!
    Bem nao tem jeito a tendencia é piorar.

    Ps: Nao repare na falta de acentos e pontuação.. é o poder do msn.

    ResponderExcluir
  5. Mais nao acham que essas musicas so existem por que há um publico alvo composto por mulheres que acham isso bom?! [2]

    De certa forma, foi o que eu disse :P

    ResponderExcluir
  6. @Morgado

    obs: eu n reparei na pontuação, mas reparei no maIs.

    Deve ter sido a pressa (já aconteceu comigo), mas cuidado com isso :P

    ResponderExcluir